OAB

Índice de aprovação OAB: quais as regiões que mais aprovam?

Índice de aprovação OAB por região

Dos 1.077.837 participantes que fizeram o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – entre as edições II e XXIX -, 660.298 foram aprovados. Ou seja, 61,26%. Mas você já conhece o índice de aprovação OAB por região?

Os dados são referentes à pesquisa Exame de Ordem em Números, divulgada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Fundação Getulio Vargas (FGV), organizadora da prova desde 2010.

Ao todo, foram 3.555.972 inscrições, com uma média de 26.999 inscritos por edição e 380.997 inscritos por ano.

Separamos como o índice de aprovação OAB aparece por região e as especificidades de cada uma. Confira!

Índice de aprovação OAB por região

Em relação às inscrições por região, nos resultados consta que:  43,6% do total (469.748 dos examinandos) eram da região Sudeste; 20,7% (223.044) do Nordeste; 16,3% (175.300) do Sul; 12,7% (137.263) do Centro-Oeste; e 6,7% (72.482) do Norte.

No entanto, ao analisar esses dados, é preciso levar em conta dois fatores: densidade demográfica e concentração de instituições de ensino em cada região.

Com isso em mente, de acordo com a pesquisa, ao observar  o índice de aprovação OAB por região em relação ao país, vê-se que os aprovados estão distribuídos da seguinte forma:

  • 44% são do Sudeste
  • 21% são do Nordeste
  • 17% são do Sul
  • 12% são do Centro-Oeste
  • 6% são do Norte

Nesse sentido, a pesquisa também distingue o índice de aprovação OAB dentro de cada região:

  • Sul: 64,5% (113.041 aprovados)
  • Nordeste: 62,8% (140.020 aprovados)
  • Sudeste: 61,4% (288.368 aprovados)
  • Centro-Oeste: 56,9% (78.142 aprovados)
  • Norte: 56,2% (40.727 aprovados)

Índice de aprovação OAB por seccional

De antemão, os dados da FGV também destacam os índices de aprovação OAB por seccional. Nesse contexto, ganha destaque a seccional do Ceará com 70%. Por outro lado, o Amapá é onde tem a menor taxa, com 49%.

Para cada seccional, os índices de aprovação, do maior para o menor, são:

  • Ceará: 70%
  • Paraná: 66%
  • Minas Gerais: 65%
  • Sergipe: 64%
  • Rio Grande do Sul: 64%
  • Bahia: 64%
  • Rio Grande do Norte: 63%
  • Santa Catarina: 63%
  • Rio de Janeiro: 63%
  • Distrito Federal: 63%
  • Espírito Santo: 62%
  • Pernambuco: 62%
  • Maranhão: 62%
  • Piauí: 60%
  • Paraíba: 59%
  • Pará: 59%
  • Acre: 59%
  • São Paulo: 59%
  • Amazonas: 57%
  • Mato Grosso do Sul: 57%
  • Rondônia: 56%
  • Goiás: 56%
  • Alagoas: 55%
  • Tocantins: 54%
  • Roraima: 50%
  • Mato Grosso: 50%
  • Amapá: 49%

Como melhorar o índice de aprovação dos alunos?

Se 61,26% conseguem a aprovação na OAB, em oposição complementar, 38,74% não conquistam a tão sonhada carteira de advogado. Somado a isso, em média, os candidatos fazem a prova três vezes até passar.

No entanto, os estudantes têm mais chances de conseguir a aprovação na primeira vez que fazem a prova. Em média, 40% são aprovados na 1ª tentativa, enquanto na segunda apenas 22%. Ou seja, praticamente a metade.

Isso se dá devido à distância do tempo de faculdade. Portanto, quem está com o conteúdo mais fresco na memória tem mais chances na prova.

Por esse motivo, a EduQC OAB pode ajudar as instituições de ensino a preparar os candidatos para o Exame da Ordem durante o curso de graduação.

Com os simulados da ferramenta, o estudante tem acesso a quais disciplinas se sai bem e em quais precisa melhorar. Dessa forma, ele pode focar a sua preparação onde realmente precisa.

Também tem acesso a esses dados professores e a coordenação do curso. Para que assim possam implementar melhorias em suas aulas e materiais didáticos.

Além disso, a plataforma é 100% digital, inteligente e responsiva. Conforme o aluno vai estudando o material indicado e tendo progressos, o nível de dificuldade das questões cresce junto com ele.

Vantagens da EduQC OAB

Em suma, a plataforma é vantajosa para os alunos porque tem:

  • Controle de estudos com Inteligência Artificial
  • Avaliações adaptadas ao nível do aluno que evoluem com ele
  • Maior chance de aprovação
  • Melhores metodologias

Para os professores:

  • Informação do desempenho dos alunos por disciplina
  • Oportunidade de direcionar a aula de acordo com as deficiências identificadas
  • Maior efetividade do aprendizado

Já para a coordenação e a instituição:

  • Inteligência dos dados
  • Efetividade do corpo docente
  • Informação do desempenho e proficiência dos alunos
  • Oportunidade de abordagem diferenciada a cada aluno
  • Vantagem competitiva com uma solução customizada
  • Metodologia adaptativa
  • Retenção dos alunos
  • Maior aprovação dos alunos

Mesmo com cada região tendo suas próprias particularidades, a EduQC OAB alcança todo Brasil! Descubra como a plataforma da EduQC pode beneficiar sua instituição de ensino.

Deixe um comentário