AdministrativaDicas

Como melhorar a memória para estudar?

Por maio 8, 2017outubro 23rd, 2020Sem comentários
Como melhorar a memória

Você já se perguntou como melhorar a memória para estudar? Uma realidade é que ter uma boa memória é uma das habilidades mais cobiçada pelos candidatos a concursos públicos.

Na hora de montar seu planejamento de estudos, é essencial que seu tempo seja otimizado e, uma boa memória é de grande utilidade nesse momento.

Segundo o campeão americano de memória, Nelson Dellis, existem algumas dicas para desenvolver a capacidade de memorização e resgatar informações do cérebro quando precisar.

Nelson Dellis deixa claro que sua memória impressionante – ele é capaz de decorar a ordem das cartas de um baralho todo em apenas 40 segundos – é fruto de treino.

Desde que sua avó, que sofria do Mal de Alzheimer, faleceu, Nelson se dedicou à pesquisa do mecanismo da memória e descobriu que ela é perfeitamente treinável.

Essa informação é reforçada por neurologistas, que afirmam que, mesmo que a genética e o avanço da idade prejudiquem a capacidade de memorização, é possível recuperar a agilidade mental e manter o cérebro em bom funcionamento por mais tempo simplesmente adotando alguns hábitos.

Veja abaixo algumas dicas sobre como melhorar a memória para estudar.

Dicas para melhorar a memória1. Associe um fato a uma imagem

O campeão de memória acredita que quando uma informação não é armazenada no cérebro é porque ela não recebeu a atenção que precisa ou não houve uma conexão forte o suficiente para que o cérebro a registrasse.

Nelson explica que a técnica que utiliza para memorizar tudo o que vê pela frente é muito mais fácil do que se pensa. Mas é preciso treino.

De acordo com o campeão de memória, uma das melhores maneiras de se lembrar de algo é associar o que se está estudando, por exemplo, a uma imagem.

Mas, atenção, quanto mais marcantes forem as imagens utilizadas para associar com as informações estudadas, mais fácil será a memorização.

2. Exercite o seu cérebro e melhore a qualidade de seus estudos

Não são só os músculos devem ser exercitados para trabalharem melhor. O cérebro também responde bem aos exercícios e sua memória pode melhorar significativamente com exercícios diários.

Mas, afinal, como exercitar o cérebro? O importante é não ficar parado: fazer palavras cruzadas, aprender um novo idioma, etc., são atividades que contribuem para manter a mente saudável.

Esses tipos de exercícios, chamados de exercícios mnemônicos pelos especialistas, têm sido utilizados desde a Grécia antiga e ainda mostram resultados surpreendentes.

Por isso, escolha algo que goste de fazer e coloque seu cérebro para trabalhar.

Outra dica é: para estudar bem é preciso alimentar-se de maneira adequada, afinal, quem consegue dedicar-se horas a fio a disciplinas que exigem concentração e disposição depois de uma bela feijoada?

A recomendação é consumir alimentos que estimulam o raciocínio. Alguns exemplos são:

  • Alimentos ricos em ômega 3, como os peixes de água salgada;
  • Proteínas animais, como carnes vermelhas, aves e ovos;
  • Leguminosas, como feijão, lentilha e grão de bico;
  • Sementes, como nozes, castanhas e amêndoas.

A cafeína também combate a fadiga mental e ativa o sistema de alerta. O chá preto e verde também são ricos em cafeína e indicados para a maratona de estudos. Só não vale abusar, afinal, a cafeína em excesso é prejudicial à saúde.

Os carboidratos são fontes essenciais de energia. Cuidado com dietas restritivas nesse período tão importante. Deixar de consumi-los prejudica a memorização, a concentração e o aprendizado.

Todas as frutas são ricas em carboidratos, além de legumes como beterraba, batata doce, baroa, inglesa, mandioca, milho e muito mais.

Se desejar massas, a indicação é consumir alimentos com cereais integrais que evitam aquela sonolência após as refeições e o deixam mais alerta.

3. O bom humor é essencial para se ter uma boa memória

Manter o bom humor é tão importante para a memória quanto praticar exercícios físicos e ter hábitos alimentares saudáveis.

Tanto Nelson como neurologistas concordam que o bom humor é fundamental para que o cérebro funcione corretamente e desempenhe suas funções com eficiência.

Nelson ainda explica que uma memória 100% eficaz é algo que não existe, pois mesmo ele esquece as coisas.

Segundo o campeão de memória, os treinos e a mudança de estilo de vida, inclusive viver uma vida com mais leveza e bom humor, pode ser muito útil para a melhora do desempenho da memória nos estudos e na vida.

E você? Tem problemas para memorizar o que estuda? Uma boa metodologia de estudo também pode ser essencial para melhorar o aproveitamento de seus estudos.

A EduQC Concursos

A EduQC Concursos é sua aliada na hora de estudar e vai te ajudar a trabalhar a sua memória. Com ela, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma.

Deixe um comentário