Dicas

O que a EduQC Concursos faz por você

Por janeiro 6, 2014Sem comentários
O objetivo da EduQC Concursos é oferecer ao concursando uma ferramenta que subsidie o processo de escolha de qual carreira aplicar, e depois, ajudá-lo a concretizar esse objetivo. Indiretamente, este mesmo produto proporcionará ao usuário um acompanhamento da probabilidade de passar no concurso escolhido, bem como um direcionamento das matérias a estudar. Resumidamente, a proposta é responder as seguintes perguntas:
  • Qual concurso devo fazer?
  • Como a minha chance de passar está variando no tempo?
  • O que eu devo estudar?
Para saber qual concurso fazer, é preciso saber aquele em que temos se tem mais chances de aprovação. Isso exige que saibamos o quão bons somos nas matérias cobradas nos concursos. Para acessar essas proficiências, a EduQC Concursos realiza simulados.
Os simulados contêm questões das diversas matérias presentes nos concursos. Nosso banco de dados tem mais de 300 mil questões de mais 200 matérias. Mas com poucos simulados (Português, Direito Constitucional e Administrativo, Raciocínio Lógico e Informática, por exemplo) já é possível prever com bastante precisão o resultado do concursista.
O legal é que os simulados são adaptativos, ou seja, eles se adequam ao nível de conhecimento do aluno. Quando você erra a pergunta, o sistema envia uma questão mais fácil, se acerta, ocorre o oposto, uma questão mais difícil é oferecida. Então cada um resolve um simulado diferente, especialmente desenhado para ele!
Uma vez calculada a probabilidade de passar em um determinado concurso, eu consigo responder, ao longo do tempo, como essa probabilidade varia. Isso responde a segunda pergunta. E qual o valor disso?
Imagine que você está se preparando para um certame. Você sabe que as carreiras top normalmente exigem anos de preparação. Você não estaria interessado em acessar objetivamente quão próximo você está chegando do seu objetivo? Esse tipo de ferramenta serve indiretamente para você avaliar seu processo de aprendizagem. Suponha que você esteja fraco em Português e resolve comprar uma gramática. Após 1 mês estudando você pode refazer um simulado de português e o sistema te retorna o quanto você melhorou (ou não) na matéria. O mesmo raciocínio serve para o cliente avaliar objetivamente cursinhos, métodos de estudo, etc.
Como nos mensuramos relativamente o desempenho por matéria e sabemos o peso de cada matéria, outro output é um plano de estudos, com a proporção “ótima de cada matéria”. Isso responde a terceira pergunta “o que estudar?”.
Parece mágica, não é? Mas é ciência pura!

Deixe um comentário