Dicas

Como fazer Mapas Mentais para estudar

Por março 12, 2020julho 13th, 2020Sem comentários
Aprenda a fazer mapas mentais

Você sabe como fazer mapas mentais? Primeiramente, é preciso compreender que não há uma maneira certa ou errada para se fazer.

As pessoas aprendem e memorizam um conteúdo de formas diferentes e, portanto, devem utilizar o mapa mental que mais se adequar ao seu estilo de estudo. E há diferentes maneiras de se criar um mapa mental.

Quer aprender a fazer um de acordo com seu ritmo de estudos? Confira este post!

O que você vai encontrar por aqui?

O que é um mapa mental

O mapa mental é uma técnica que ajuda a fixar o conteúdo aprendido, de forma rápida e com um ótimo retorno.

Basicamente, é um tipo de organograma/fluxograma com diferentes temas, feito com base em uma ideia central.

Os mapas mentais são anotações ou fichas coloridas, repletas de símbolos, imagens e letras grandes que facilitam a memorização do que está sendo estudado.

Para que serve um mapa mental

O objetivo dessa técnica é buscar agilidade no processo de aprendizagem, uma vez que as informações são organizadas de uma forma simples e acessível.

O mapa mental é uma alternativa de revisão para concursos que tem a função de substituir os resumos lineares e são ideais para revisar um conteúdo bastante extenso em pouco tempo e com muita eficiência.

Benefício de fazer mapas mentais

As fichas coloridas vão criando um mapa de tudo o que o candidato está estudando, aumentando expressivamente a probabilidade de que ele se lembre de todo o conteúdo na hora da prova.

E, consequentemente, esteja mais próximo de um bom resultado e sua aprovação no concurso.

Como fazer um mapa mental?

Confira quatro regras básicas para fazer um mapa mental eficiente:

1. Faça uso de cores

As cores vão ajudar a quebrar a monotonia e estimular o cérebro. Essa diferenciação ajuda com que as informações sejam armazenadas no inconsciente.

Além disso, o seu mapa mental vai se tornar mais agradável. O indicado é que se use, pelo menos, três ou quatro cores distintas.

2. Escreva com letras grandes

Letras pequenas podem cansar a vista e as letras grandes ainda estimulam o aprendizado de forma visual.

3. Coloque a informação principal no centro da folha

Seguindo a lógica do estímulo visual, a informação principal do mapa mental precisa estar centralizada na folha. Uma boa dica é utilizar palavras-chave.

4. Utilize imagens/desenhos

O uso de imagens ou desenhos não necessita de habilidade de desenhista. Você pode usar traços simples, sem a necessidade de fazer desenhos mirabolantes.

O objetivo é que você consiga sintetizar o conteúdo estudado de uma forma visual simples, e as imagens e desenhos ajudam bastante nessa síntese.

Passo a passo para fazer um mapa mental

Não se preocupe com a velocidade para elaborar um mapa mental. O primeiro passo é estudar o conteúdo que vai elaborar o mapa.

Para começar a fazer um mapa mental, é preciso entender o assunto inteiro, mesmo que ele não vá estar todo no mapa.

Um ponto de atenção é que o mapa mental é sintético, mas isso não quer dizer que você precisa tirar certos conteúdos dele.

A dica é fazer quantos mapas forem necessários para cobrir todo o conteúdo. Após estudar, você pode enumerar os principais tópicos.

Antes de começar a fazer o mapa, tente imaginar como ele vai ficar. Feito isso, coloque a informação principal no centro da folha e comece a desenhar o mapa ao entorno.

O ideal é que seja feita uma seta para cada informação e que a divisão seja feita com números, para facilitar a leitura depois.

Sempre lembrando que não é preciso colocar muitas informações. O objetivo é que você, na hora de revisar o conteúdo, consiga ver os assuntos e assimilar as informações.

Gostou? Deixe aqui o seu comentário se você já faz mapas mentais.

E se você precisa de uma ajuda para dar um gás nos seus estudos, pode contar com a EduQC.

Como fazer mapas mentais

Deixe um comentário