Diplomacia

Economia faz Cebraspe ser substituído pelo IADES

Por julho 4, 2019Sem comentários

Embaixadora Gisela Padovan, Diretoria-Geral do IRBr (Arthur Max/MRE/Flickr).

Cebraspe não é mais a banca do CACD

Após anos de continuidade, o Cebraspe foi substituído pelo Iades no Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD). O fato veio a tona por meio do Extrato de Dispensa de Licitação nº 29/2019, do Ministério das Relações Exteriores (MRE), informando a escolha da nova banca. O extrato foi divulgada no Diário Oficial da União (DOU), no dia 27 de junho.
A novidade gerou grande repercussão entre candidatos, que esperavam pela permanência do Cebraspe. O Instituto Rio Branco (IRBr), órgão vinculado ao MRE e responsável pela organização do CACD, foi instado a manifestar-se por meio de nota oficial.

Repercussão

O CACD é marcado pela previsibilidade. O concurso ocorre todos os anos desde a sua primeira edição, em 1996. E desde de 2002, o IRBr contava com a colaboração do Cespe na elaboração das provas. Foram, ao todo, 18 edições do CACD nessa parceria.
Diante disso, a mudança, por si só, foi surpreendente. Mas somou-se o fato de ter sido escolhida uma banca pouco conhecida entre os candidatos. Veículos da imprensa como O globo e Metrópoles divulgaram o corrido.

Economia no contrato

Os veículos destacaram a falta de licitação para contratação do IADES. Porém, no período do Cebraspe, o procedimento também era comum, assim como também é comum em outros concursos, devido a permissividade da legislação.
No entanto, o extrato e o posicionamento do IRBr indicam a provável razão do intento inovativo do MRE. O valor do contrato para o CACD de 2019 foi reduzido em 44% em relação ao de 2018.
É recorrente entre dirigentes do novo governo a argumentação do esforço para redução de despesas, sobretudo no funcionarismo público. Portanto, embora o presidente Bolsonaro tenha anunciado concursos anuais para diplomatas até 2022, a restrição orçamentária atingiu, de alguma forma, as tradições do CACD.
O IRBr ainda noticiou que consultou 5 bancas para o concurso. As bancas FGV,  FCC e Cesgranrio não apresentaram propostas. As únicas instituições que entregaram projetos foram o Cespe e o IADES, tendo aquela sido preterida por esta.

Instabilidade do Cebraspe e desconfiança do Iades

Por um lado, o Cebraspe tem passado por um momento conturbado. Em 2019, lançou o seu site, formalizando o fim do processo de transição com o Cespe, iniciado em 2014. O Cebraspe é uma instituição privada, considerada “herdeira” do Cespe, que era vinculado à Universidade de Brasília (Unb).
Nesse processo, o Cebraspe perdeu seu principal contrato com o governo federal, para realização do Enem. O fato foi noticiado pela imprensa, que apontou até mesmo a possibilidade da instituição incipiente ir a falência.

Veja nosso post Cespe é substitído pelo Cebraspe

Por outro lado, o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), fundado em 2009, ainda é pouco conhecido pelos concurseiros em geral. Alguns dos concursos mais famosos organizados pela banca foram para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), em 2017 e 2018, e para a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), em 2018.
O concurso para Apex minimiza a desconfiança, pois assim como o CACD também tem relação com a área internacional.  Confira as questões e provas da Apex no site do Iades.

Calendário do CACD 2019

Após a Portaria nº 598 e o Extrato nº 29 (a primeira com as diretrizes do concurso e o segundo com a dispensa de licitação), no dia 5 de julho foi publicado no DOU o Extrato do contrato nº 22, celebrado entre o IRBr e o IADES. Esse representa mais uma etapa burocrática vencida e um passo a menos para realização do próximo CACD.
Ainda não é possível precisar o dia que será lançado o edital, oficializando a abertura e o cronograma do CACD 2019. Mas isso deve ocorrer nos próximos dias. Em 2018, o edital foi lançado apenas um dia após a divulgação do extrato do contrato. A prova da primeira fase, conforme designado na portaria, deve ocorrer 60 dias após o edital.

Deixe um comentário