Concursos

17 concursos federais aguardados para 2021

Por outubro 13, 2020outubro 21st, 2020Sem comentários
Concursos federais 2021

O ano de 2020 já está acabando. Com isso, é preciso ficar de olho nos concursos federais que são aguardados para 2021 e para os quais você já pode começar a se preparar.

Alguns editais podem sair ainda esse ano, como é o caso da PF e da PRF. Outros também têm chamado bastante atenção para 2021.

É o caso dos órgãos que enviaram pedidos de concurso ao Ministério da Economia, porém ainda aguardam o aval da pasta para que possam realizar as seleções.

Mesmo sem estarem autorizados e confirmados ainda, o envio do pedido é o primeiro passo para que o concurso possa acontecer.

Fizemos uma lista com 17 concursos federais muito aguardados para 2021 e o status deles. Confira!

1. Polícia Federal

O concurso da Polícia Federal é um dos que tem gerado mais expectativa em quem sonha ser aprovado em um concurso da área da Segurança Pública.

O presidente Jair Bolsonaro informou que o edital para os cargos policiais está em fase final de elaboração e deve ser divulgado ainda em 2020. Em agosto deste ano, ele havia enunciado a autorização para duas mil vagas.

De acordo com o cronograma que o órgão trabalha, a previsão é que o edital saia em dezembro de 2020 e as provas sejam realizadas em abril de 2021, com duas turmas de curso de formação.

Estão previstas:

Área policial

  • 1.016 vagas de agente
  • 600 vagas de escrivão
  • 300 vagas de delegado
  • 84 vagas de papiloscopista

Além dos cargos policiais, também há um pedido para a área administrativa. Este, por outro lado, ainda não teve autorização anunciada.

Área administrativa

  • Administrador – 21 vagas
  • Arquivista – oito vagas
  • Assistente social – 10 vagas
  • Bibliotecário – uma vaga
  • Contador – nove vagas
  • Economista – três vagas
  • Enfermeiro – três vagas
  • Engenheiro – uma vaga
  • Estatístico – quatro vagas
  • Farmacêutico – uma vaga
  • Médico – 65 vagas
  • Nutricionista – uma vaga
  • Odontólogo – 11 vagas
  • Psicólogo – cinco vagas
  • Técnico em assuntos educacionais – 13 vagas
  • Técnico em comunicação social – três vagas
  • Agente administrativo – 349 vagas

As remunerações para cada carreira são:

  • Agente, escrivão e papiloscopista: R$12.441,26
  • Delegado: R$23.130,48
  • Plano especial de cargos da PF: R$5.559,67
  • Agente administrativo: R$4.710,76

2. Polícia Rodoviária Federal

O concurso da PRF segue caminhos parecidos com os da PF, embora ainda não tenha sido anunciado. O diretor executivo da corporação, José Hott, afirmou em uma live em seu perfil no Instagam que, se a autorização sair em outubro, o edital deve ser liberado ainda em 2020.

É importante ressaltar que a PRF já tem um projeto básico do edital pronto.

O pedido para o concurso inclui 2.634 para o cargo de policial rodoviário federal e 138 para o cargo de agente administrativo. As remunerações são de, respectivamente, R$10.357,88 e R$4.022,77.

3. Banco do Brasil

O Banco do Brasil também tem concurso previsto, com 120 vagas voltadas para a área da Tecnologia. O salário dos aprovados será de cerca de R$ 3,8 mil já com os benefícios somados.

Atualmente, a única forma de se entrar no BB é através da carreira de escriturário, de nível médio. Isso faz com que a seleção possa ser realizada de duas formas:

A primeira foi aplicada em 2018 e consistia em vagas para o cargo de escriturário, exigindo nível médio e cobrando disciplinas com foco em Tecnologia da Informação.

Outra forma seria um concurso específico para a área de TI, com exigências voltadas para o cargo.

Ainda não se sabe qual o grau de escolaridade que será exigido.

4. Ministério Público da União

O concurso para o MPU é um dos propósitos da atual gestão. O Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2021 trouxe a previsão de 127 provimentos para:

  • Ministério Público Federal (cargos vagos): 97
  • Ministério Público Militar (cargos vagos): 15
  • Ministério Público do Trabalho (cargos vagos): 15

O novo concurso teve seus preparativos iniciados em janeiro de 2020. Com a pandemia da Covid-19, o órgão teve que redirecionar os esforços para o combate à pandemia.

Inicialmente, a previsão era de 50 vagas para técnico de segurança e transporte, cargo de nível médio.

O MPU não confirmou se os 127 provimentos previstos no PLOA 2021 são apenas para convocações do último concurso, realizado em 2018, ou se foram incluídas reservas para um novo edital.

5. Tesouro Nacional 

Em 2020, foi encaminhado pedido para realização de concurso com 120 vagas para nível superior, todas para carreira de auditor federal do Tesouro Nacional.

A remuneração inicial é de R$19.655,06, já incluso auxílio-alimentação de R$458. O pedido ainda não foi autorizado, porém segue em análise.

6. Controladoria Geral da União 

A CGU não informou a quantidade de vagas solicitadas, mas elas são para os cargos de técnico federal de finanças e controle e auditor federal de finanças e controle.

As remunerações respectivas são de R$6.150,36 e R$15.461,70.

7. Receita Federal

Foram solicitadas 3.360 vagas para diversas áreas na Receita Federal. São elas:

Nível superior em qualquer área

  • 550 vagas de auditor-fiscal / Remuneração: R$21.487,09 (já com auxílio-alimentação de R$458)
  • 1.500 vagas de analista-tributário / Remuneração: R$12.142,39 (já com auxílio-alimentação de R$458)

Nível superior

  • Quatro vagas para arquiteto / Remuneração: R$6.700,41 (já com auxílio-alimentação de R$458)
  • 16 vagas para engenheiro / Remuneração: R$6.700,41 (já com auxílio-alimentação de R$458)
  • 20 vagas de contador / Remuneração: R$6.700,41 (já com auxílio-alimentação de R$458)
  • 270 vagas de analista técnico administrativo / Remuneração: R$5.490 (já com auxílio-alimentação de R$458)

Nível médio

  • 1.000 vagas de assistente técnico-administrativo / Remuneração: R$4.137,97  (já com auxílio-alimentação de R$458)

Órgãos concursos 2021

8. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Mais um dos concursos federais aguardados para 2021 é o do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O Mapa reiterou pedido de concurso ao Ministério da Economia para 280 vagas.

Destas, 180 são para auditores fiscais federais agropecuários (sendo 150 agrônomos, dez zootecnistas, dez químicos e dez farmacêuticos) e 100 agentes de atividade agropecuária.

Os cargos de auditor, que exigem formação superior, tem remuneração de R$15.042,71. Já os de nível médio contam com ganhos de R$7.280,06.

O último pedido enviado pelo órgão, em 2019, foi negado.

9. Comissão de Valores Mobiliários

A CVM, autarquia vinculada ao Ministério da Economia, fez um pedido de 115 vagas. Elas se dividem em 21 para o cargo inspetor (nível superior), 45 de analista (nível superior) e 49 de agente executivo (nível médio).

Para a carreira de nível médio, a remuneração inicial é de R$7.647,98. Já para analistas e inspetores, o ganho é de R$19.655,06. Os valores já incluem o auxílio-alimentação.

10. Funarte

A Fundação Nacional de Artes (Funarte), autarquia vinculada ao Ministério do Turismo, também protocolou pedido com 138 vagas. Elas são para:

Nível médio (86 vagas) 

  • Assistente Administrativo: 47
  • Assistente Técnico I: 13
  • Serviços Auxiliares: 4
  • Assistente Administrativo II: 5
  • Assistente Administrativo III: 4
  • Assistente Administrativo IV: 3
  • Assistente Técnico II: 2
  • Assistente Técnico III: 5
  • Assistente Técnico IV: 3

Nível superior (48 vagas)

  • Administração e Planejamento: 9
  • Arquivista: 1
  • Documentação: 7
  • Museólogo: 1
  • Profissional Técnico Superior I: 13
  • Profissional Técnico Superior II: 6
  • Profissional Técnico Superior III: 3
  • Profissional Técnico Superior IV: 2
  • Técnico em Comunicação: 2
  • Técnico em Comunicação Social: 1
  • Técnico em assuntos educacionais
  • Administrador I: 1
  • Médico: 1

As carreiras de nível superior têm remuneração inicial de R$5.493,29, enquanto as de nível médio de R$3.877,97.

11. Antaq

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários fez um pedido com 109 vagas, com objetivo de obter aval para a publicação do edital em 2021. Elas estão divididas da seguinte forma:

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 41 vagas
  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 37 vagas
  • Analista Administrativo: 10 vagas
  • Técnico Administrativo: 21 vagas

Os ganhos para os cargos de técnico, que exigem apenas ensino médio, são de R$7.846,37 para técnico em regulação e R$7.474,67 para técnico administrativo.

Já para especialista e analista o requisito é o nível superior e os ganhos são de R$15.516,12 e R$14.265,57, respectivamente.

12. Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações fez um pedido com 333 vagas e é um dos concursos federais aguardados para 2021. A divisão foi feita da seguinte forma:

  • Analista administrativo: 46 vagas
  • Especialista em regulação de serviços públicos de telecomunicações: 104 vagas
  • Técnico administrativo: 99 vagas
  • Técnico em regulação de serviços públicos de telecomunicações: 84 vagas

Para os técnicos de Administração e Regulação, as remunerações são de R$7.474,67 e R$7.846,37, respectivamente. Já para analistas, o valor atual é de R$14.265,57, e para especialistas, R$15.516,12.

13, 14 e 15. TRF

Algumas oportunidades podem surgir para os Tribunais Regionais Federais. São elas:

TRF1 juiz – o concurso para juiz substituto do Tribunal Regional Federal da 1° região (TRF1) pode ser sair em breve. As vagas são para cadastro de reserva.

TRF6 – A sede do Tribunal Regional Federal da 6° Região tem previsão para começar a funcionar ainda em 2020. O órgão nasce com a proposta de ser 100% eletrônico, com recursos de Inteligência Artificial e gabinetes compactos. Posteriormente, poderá ser aberto um novo concurso.

TRF3 juiz – o Tribunal Regional Federal da 3ª região, com sede em São Paulo e Mato Grosso do Sul, prepara seleção para o cargo, ainda sem banca organizadora.

16. ICMBio e Ibama

O Governo Federal estuda unir o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Ambos os órgãos aguardam autorização para realizar concurso. A fusão impactaria os dois concursos. A primeira mudança que se pode pensar é a publicação de um único edital.

A abertura dos concursos se torna uma possibilidade, com ou sem fusão, após o Governo Federal ter sofrido pressão de investidores para políticas de combate ao desmatamento mais eficientes.

17. Funai

A Fundação Nacional do Índio (Funai) confirmou ter enviado pedido para a realização de concurso em 2021.

Foi solicitado aval para 826 vagas. Para o nível médio, as vagas solicitadas são para o cargo de agente em indigenismo. A remuneração inicial, segundo dados de junho de 2019, é de R$5.349,07 mensais.

Já para o nível superior, as vagas solicitadas são nos seguintes cargos:

  • Administrador
  • Antropólogo
  • Arquiteto
  • Arquivista
  • Assistente Social
  • Bibliotecário
  • Contador
  • Economista
  • Engenheiro
  • Engenheiro Agrônomo
  • Engenheiro Florestal
  • Estatístico
  • Geógrafo
  • Indigenista Especializado
  • Médico Veterinário
  • Pesquisador
  • Psicólogo
  • Sociólogo
  • Técnico em Assuntos Educacionais
  • Técnico em Comunicação Social e Zootecnista

Para essas carreiras, segundo dados de junho de 2019, o ganho mensal é de R$6.420,87. A Funai não divulgou a distribuição das vagas entre os cargos.

Se o concurso for autorizado, o edital pode sair no primeiro semestre de 2021.

Está se preparando para algum desses concursos federais aguardados para 2021? Planeje-se com a ferramenta da EduQC concursos!

Deixe um comentário